Processadores Alder Lake vão precisar de até 25% energia do que gerações anteriores

Parece ser o fim de uma era, os PCs estão cada vez mais precisando de mais energia, após anos das empresas focando em eficiência energética, parece que a corrida por mais potência a todo custo volta a subir os requisitos de fonte dos PCs mundo afora.

Imagem: Comparativo entre corrente média e máxima exigida por processadores da 10/11 geração contra a 12 geração | Fonte: FCPOWERUP

Não é incomum para um PC nos dias de hoje conseguir funcionar muito bem com uma fonte de 600 watts, mesmo que ele tenha especificações bem parrudas. Porém parece que isso tudo vai terminar com as novas placas de vídeo sendo cotadas a mais de 400W de consumo e agora parece que a próxima geração da Intel também vai entrar nessa, e vai consumir até 25% mais energia comparado a décima e décima primeira geração.

Isso deve marcar uma nova corrida pelo topo, onde as fabricantes vão dar tudo o que tem para conseguir ter o melhor produto do mercado e assim poder cobrar mais por isso, e é claro acabar tendo a preferência na hora de alguém montar um novo PC.

Aumento no consumo:

Categoria de TDP da CPU 35W 65W 125W 165W
10th Gen / 11th Gen
(Corrente Continuo)
13A 23A 26A 37.5A
Alder Lake 12th Gen
(Corrente Continuo)
11A 23A 26A 37.5A
10th Gen / 11th Gen
(Pico de Corrente)
16.5A 30A 34A 40A
Alder Lake 12th Gen
(Pico de Corrente)
20.5A 38.5A 39A 45A
10th Gen / 11th Gen
(Pico de Potência)
198W 360W 408W 480W
Alder Lake 12th Gen
(Pico de Potência)
246W 462W 468W 540W
Aumento no pico de Potência(%) +24.2% +28.3% +14.7% +12.5%

Segundo a FCPOWERUP os novos processadores da Intel vão consumir de 12,5% à 28,3% a mais do que as gerações anteriores, o que deve desencadear em uma necessidade maior por fontes com maior potência, por isso se você pretende fazer a compra de um PC já pensando em um upgrade futuro, é bom já se garantir em uma fonte de qualidade.


Fonte: FCPOWERUP via WCCFTech

Leia Mais
Japão quebra recorde de velocidade de Internet a 319 Tb/s