REVIEW Completo do SSD NVMe Hikvision E1000 de 256 GB

Fala pessoal, tudo certo?

Nesse review irei analisar o SSD Hikvision E1000, que se trata de uma unidade NVMe com suporte a PCIe 3.0 X4 e formato M.2 2280, basicamente, a primeira do tipo que testo aqui no site! ūüôā

Em rela√ß√£o √† caixa, na parte da frente o fabricante optou por destacar o modelo do SSD, formato e capacidade, que no caso da amostra que tenho em m√£os, trata-se de uma unidade de 256 GB, entretanto, para essa linha tamb√©m s√£o oferecidos outros modelos que v√£o desde os 128 GB at√© 1 TB e na parte de tr√°s, existe uma ‚Äújanelinha‚ÄĚ onde √© poss√≠vel ver a etiqueta com as especifica√ß√Ķes do SSD, que a prop√≥sito, vem protegido por uma esp√©cie de blister pl√°stico transparente.  Vale destacar que n√£o existe men√ß√£o alguma a n√ļmeros de desempenho na embalagem ou mesmo no produto.

Como disse anteriormente, esse √© um SSD no padr√£o M.2 2280, onde esse n√ļmero se refere ao tamanho do pcb sendo os dois primeiros d√≠gitos referentes a largura (22 mm) e os dois √ļltimos ao comprimento (80 mm) e no caso, o 2280 costuma ser o mais comum para SSDs M.2 NVMe. Ainda sobre esse ‚Äúform factor‚ÄĚ, cabe ressaltar que existem diversos dispositivos M.2 no mercado, por exemplo, m√≥dulos Wi-Fi ou mesmo SSDs SATA nesse padr√£o e que naturalmente, esses √ļltimos s√£o bem mais lentos que seus ‚Äúprimos‚ÄĚ NVMe apesar de tamb√©m serem M.2.

J√° a respeito do padr√£o NVMe, trata-se de uma especifica√ß√£o de dispositivo que foi criado para permitir o acesso de dispositivos de armazenamento usando mem√≥rias n√£o-vol√°til (aka SSDs) pela interface PCIe, o que naturalmente traz uma s√©rie de vantagens sobre os outros padr√Ķes pr√©-existentes como o SATA, que originalmente foi desenvolvido para uso com HD‚Äôs e por essa raz√£o n√£o exploram tudo que os SSD‚Äôs modernos podem oferecer. Das vantagens, √© poss√≠vel citar a maior largura de banda oferecido pelo barramento PCIe, o menor overhead de I/O e um recurso chamado HMB (Host Memory Buffer), que permite ao SSD alocar uma parte da mem√≥ria RAM principal como buffer, possibilitando o desenvolvimento de unidades ‚ÄėDRAM-Less‚Äô com desempenho muito mais consistente do que as unidades SATA ‚ÄėDRAM-Less‚Äô, que por conta das limita√ß√Ķes dessa interface, n√£o permitiam fazer esse tipo de ‚Äúmanobra‚ÄĚ para extrair melhor desempenho desses SSDs. Caso algu√©m tenha interesse em se aprofundar no funcionamento disso, sugiro a leitura desse paper que explora as possibilidades para implementa√ß√£o do recurso e os respectivos ganhos de desempenho.

Sobre o SSD, existem poucos componentes no PCB, no caso, √© poss√≠vel destacar a controladora que √© um chip que integra a interface PCIe NVMe, um processador com n√ļmero de cores que pode variar entre diferentes modelos, SRAM, controlador de mem√≥ria NAND Flash e caso ela ofere√ßa suporte a DRAM Cache, um controlador de mem√≥ria DDR3/4 e tamb√©m, dois chips de mem√≥ria NAND.

Falando especificamente do Hikvision E1000 256 GB, a controladora utilizada √© a Phison PS5013-E13, que √© fabricada em 28nm pela TSMC, ‚ÄėDRAM-Less‚Äô, possui at√© quatro canais de mem√≥ria Flash e a sua p√°gina no site do fabricante pode ser vista nesse link, enquanto os chips de mem√≥ria NAND s√£o fabricados pela UNIC Memory, uma empresa chinesa que recentemente entrou no mercado de mem√≥rias NAND 3D TLC e possuem c√≥digo UNN0TTE1B1HEA1, que segundo consta no site do fabricante, s√£o chips de 128 GB cada.

Feitas as apresenta√ß√Ķes, vamos √†s configura√ß√Ķes utilizadas e aos resultados!

Configuração utilizada

CPU: AMD Ryzen 5 3600 (Obrigado AMD!)

MOBO: ASUS TUF X570-PLUS/BR (UEFI 2407)

RAM: 2x8GB Crucial Ballistix Sport LT 3200CL16

GPU: Galax GTX1650 Super (Obrigado Galax!)

PSU: Antec Quattro 1200W

COOLER: Wraith Prism

SSD: Hikvision E1000 256GB (Obrigado Terabyteshop!)

Software: Windows 10 x64 2004, Anvil Storage Utilities V110, Crystalmark 7.0.0 x64, DiskBench, FFXIV Shadowbringers Benchmark, PCMark10

Objetivo dos testes: Aferir o desempenho do SSD em diversos benchmarks que simulam diferentes condi√ß√Ķes de uso. Para obten√ß√£o desses n√ļmeros, o SO est√° instalado em outra unidade enquanto que no SSD de teste foram instalados apenas o PCMark10, o FFXVI Benchmark e a c√≥pia da pasta do GTA V.

Mais explica√ß√Ķes acerca dos testes conduzidos est√£o contidas nos textos que acompanham os resultados a seguir.

Resultados

Para melhor organiza√ß√£o dos resultados, optei por separar os benchmarks em ‚ÄúTestes do mundo real‚ÄĚ e ‚ÄúBenchmarks sint√©ticos‚ÄĚ, onde os primeiros tendem a simular o uso normal do PC, ou seja, tempos de carregamento de aplica√ß√Ķes, jogos e c√≥pia de arquivos, enquanto o segundo grupo, que √© o dos ‚ÄúBenchmarks sint√©ticos‚ÄĚ, mostram n√ļmeros de desempenho em leitura/escrita/IOPS em algumas situa√ß√Ķes usando tipos de dados pr√©-definidos.

Testes do ‚Äúmundo real‚ÄĚ

Foram feitos os seguintes testes:

  1. PCMark10: Uma ‚Äúrun‚ÄĚ customizada apenas com o subteste ‚ÄúApp Start-Up Score‚ÄĚ, que basicamente mede o tempo de carregamento de uma s√©rie de aplica√ß√Ķes de produtividade como OpenOffice, GIMP, Chromium e Firefox tanto para partida ‚Äúfria‚ÄĚ, que √© a primeira vez que o aplicativo √© aberto e uma segunda partida ‚Äúquente‚ÄĚ, que √© ap√≥s a ‚Äúfria‚ÄĚ e normalmente √© mais r√°pida por conta do sistema j√° ter armazenado muita coisa em cache. Ao fim, ele retorna uma pontua√ß√£o que pode ser usada para comparar diferentes SSDs.
  2. FINAL FANTASY XIV: Shadowbringers Benchmark: Esse teste inclui al√©m dos resultados gr√°ficos, os tempos de loading de cada cena, o que √© interessante, pois essa ferramenta dispensa o uso de um cron√īmetro externo, que seria uma fonte de ‚Äúimprecis√£o‚ÄĚ nos resultados.
  3. DiskBench: Essa ferramenta permite mover um arquivo ou pasta de um lugar para o outro e salvar o tempo que levou para isso e a taxa de transfer√™ncia m√©dia, no caso, visando simular uma situa√ß√£o de uso real fazendo backup da pasta de instala√ß√£o de um jogo, foi escolhido o GTA V da Epic Games, que possui ‚Äúapenas‚ÄĚ 89 GB e foi copiada dentro da mesma unidade, em outras palavras, foi feito uma c√≥pia do ‚ÄėG:\GTAV‚Äô para o ‚ÄėG:\Diskbench‚Äô.

Benchmarks sintéticos

Antes de apresentar os resultados nos benchmarks sint√©ticos, √© necess√°rio esclarecer que os fabricantes de SSD de forma geral costumam rotular as especifica√ß√Ķes de seus SSDs usando escrita/leitura sequencial como par√Ęmetro, entretanto, mesmo que voc√™ trabalhe com arquivos grandes, toda vez que voc√™ abre uma aplica√ß√£o, o SO tamb√©m acessa diversas DLLs que s√£o necess√°rias para o funcionamento desse programa, sendo que essas DLLs costumam ser pequenas em tamanho e correspondem a leituras/escritas aleat√≥rias em arquivos de at√© 16 KB. Em outras palavras, se o seu uso para o PC for algo como navegar na internet, ouvir m√ļsica ou mesmo jogar, deve-se prestar muita aten√ß√£o nos resultados de leituras/escritas aleat√≥rias at√© 16KB, pois essa √© a opera√ß√£o que voc√™ mais utiliza e portanto, com maior impacto no ‚Äúuso real‚ÄĚ.

Caso algu√©m tenha interesse em verificar em tempo real essas opera√ß√Ķes, sugiro utilizar o software DiskMon, que √© uma ferramenta gratuita disponibilizada pela Microsoft que monitora essas opera√ß√Ķes e permite a grava√ß√£o de log para posterior an√°lise dos dados. Tamb√©m recomendo a leitura desse excelente artigo do pessoal do thessdreview, que aborda justamente essa quest√£o.

A respeito dos benchmarks sintéticos, foram utilizados os seguintes softwares:

  1. Crystalmark 7.0.0 x64: Esse benchmark usa dados aleat√≥rios, faz testes de leitura/escrita sequenciais e em blocos de at√© 4KB. Tamb√©m √© importante frisar que os resultados aqui apresentados n√£o s√£o de todo compar√°veis com as vers√Ķes anteriores do Crystalmark, o que exige cautela na hora de se fazer compara√ß√Ķes.
  2. Anvil Storage Utilities: Esse software faz uma s√©rie de testes de leitura/escrita e retorna os resultados em termos do IOPS (opera√ß√Ķes de entrada/sa√≠da por segundo), tempo de resposta, MB lidos/escritos, MB/s e uma pontua√ß√£o geral que pode para ser comparado com outros SSDs. Ele tamb√©m permite ajustar o tipo de dado a ser utilizado, sendo que os resultados aqui utilizados se referem a configura√ß√£o padr√£o do software (dados 100% incompress√≠veis e arquivo de testes de 1GB).

Temperatura

Como o throttling da controladora do SSD costuma ser um problema recorrente em unidades M.2 NVMe quando submetidas a opera√ß√Ķes de escrita prolongadas, aproveitei para verificar a temperatura do Hikvision E1000 enquanto o DiskBench fazia a c√≥pia da pasta do GTA V, afinal de contas, trata-se de uma unidade sem dissipador, portanto, em tese mais suscet√≠vel a sofrer com esse efeito. A temperatura ambiente no momento do teste foi registrada usando o GM1312 com um termopar do tipo K e era de 27.2‚ÄĮ¬įC, entretanto, √© importante lembrar foi usado o Wraith Prism no CPU e que ele pode ter contribu√≠do positivamente para a temperatura do SSD.

E aqui o Hikvision E1000 surpreendeu positivamente, apresentando temperatura m√°xima de 65.7‚ÄĮ¬įC na controladora Phison PS5013-E13 e 46.8‚ÄĮ¬įC na mem√≥ria NAND, o que √© algo excelente e perfeitamente aceit√°vel para esse SSD e tamb√©m um indicativo que mesmo dentro do gabinete, ele muito possivelmente n√£o deve apresentar problemas com throttling ou necessitar de um dissipador.

Conclus√£o

Diantes dos testes e resultados apresentados, foi possível chegar nos seguintes pontos:

  1. O Hikvision E1000 256GB apresentou n√ļmeros de desempenho bastante aceit√°veis, especialmente se considerarmos que essa √© uma unidade ‚ÄėDRAM-Less‚Äô, o que ao menos nos SSDs NVMe com controladora com suporte a HMB, n√£o chega a ser algo t√£o pernicioso para o desempenho e durabilidade da unidade como era nas unidades SATA, entretanto, √© necess√°rio deixar bem claro que os SSDs com ‚ÄúDRAM Cache‚ÄĚ ir√£o apresentar melhor desempenho/durabilidade e caso as finan√ßas permitam, eles muito provavelmente ser√£o uma melhor op√ß√£o.
  2. N√£o houve problemas de throttling com essa unidade, com a controladora atingindo pico de temperatura na casa dos 65.7¬ļC durante o teste do DiskBench, o que √© muito bom e denota que muito provavelmente esse SSD n√£o dever√° apresentar problemas dessa natureza nem mesmo quando montado dentro do gabinete e tampouco necessita de dissipador para opera√ß√£o.
  3. Em rela√ß√£o ao pre√ßo, nesse momento (24/07/2020) o Hikvision E1000 256 GB se encontra indispon√≠vel nos nossos parceiros da Terabyteshop, entretanto, o √ļltimo pre√ßo praticado foi de R$419,00 o que √© um valor que atualmente est√° ‚Äúna m√©dia‚ÄĚ relativo a outros SSDs NVMe de mesma capacidade aqui no Brasil.

E por hoje √© s√≥! D√ļvidas, cr√≠ticas e sugest√Ķes s√£o bem-vindas! At√© a pr√≥xima!

Leia Mais
Athlon 3000G ‚Äď Overclock usando pastilha peltier