Oferta de CPUs e GPUs da AMD deve melhorar até o fim do ano

Vocês já estão cansados de ouvir o quão ruim está o mercado de hardware no mundo, mas essa infelizmente é a realidade que estamos passando. Não é como se ninguém estivesse tentando solucionar o problema, já que essa grande demanda que estamos tendo é de certa forma ligada ao momento atual, ou seja, se os estoques demorarem muito a voltar várias empresas estão perdendo milhares de consumidores em potencial.

Imagem: AMD

Com esse problema em mãos Lisa Su, a CEO da AMD disse em entrevista à Bloomberg, que a situação atual não é tão ruim como muitos vem noticiando, e segundo ela é “um exemplo dos desbalanços periódicos entre oferta e demanda” muito encontrados na indústria dos semicondutores.

O problema da oferta

De certa forma ela está certa, não é a primeira vez que temos grandes aumentos na indústria dos semicondutores, com a cada ano algum nicho da indústria sendo afetado com isso, como por exemplo em 2018, com um grande boom no mercado dos smartphones tivemos um aumento significativo no mercado de memória DDR4. Contudo, é a primeira vez em anos que vemos isso afetar de forma tão ampla todo o mercado que depende de semicondutores, indo desde eletrodomésticos, carros, celulares e é claro nosso querido PC.

A solução da AMD

Mesmo com todo esse alvoroço, Su afirmou que a AMD espera melhorar sua disponibilidade tanto no mercado de CPUs quanto de GPUs durante a segunda metade de 2021. Isso se deve a uma melhora no processo de fabricação de ambos os produtos, com a AMD recentemente melhorando o processo de fabricação dos seus Ryzen 5000 e também das suas RX 6000, mas também se deve às quedas no mercado de cryptomoedas e a melhora da crise sanitária principalmente em países de primeiro mundo, onde se tem mais poder aquisitivo, mas ao mesmo tempo por estarem retornando a normalidade, parte da demanda por hardware cai, já que quem não havia comprado ainda um PC novo para ficar em casa não vai comprá-lo agora.

A AMD fará uma apresentação na ComputeX deste ano, onde podemos esperar mais novidades sobre novas placas, FidelityFX que é o DLSS da AMD e mais surpresas. Agora só nos resta esperar para ver se realmente a situação vai melhorar ou se ficaremos novamente reféns da baixa oferta que vemos hoje em dia.

Fonte: Bloomberg

Leia Mais
CPUs Ryzen lançamento
CEO da AMD Lisa Su prevê melhora nos estoques na segunda metade de 2022