Como Saber Se o Seu Processador é Compatível Com a Placa Mãe

Quando pensamos em montar uma configuração, o primeiro passo é decidir qual dos dois lados da “força” nós vamos escolher: Intel ou AMD. Cada um conta com um socket e uma gama de processadores que não são compatíveis entre si. Mas existe um jeito muito simples de sabermos a compatibilidade desses processadores.

SOCKET         

O primeiro ponto que você precisa saber é o socket que o processador utiliza. Os processadores da AMD sempre utilizam o “AM” para determinar o seu socket desde meados dos anos 2000. De lá pra cá tivemos AM2, AM3, AM3+ e, atualmente, a AM4. Cada socket determina qual modelo de processador ele pertence. Por exemplo, atualmente a AMD utiliza o socket AM4. Esse socket está sendo utilizado desde 2017 e, por conta disso, conta com muitos processadores no seu “currículo”.

Mas, mesmo assim, ele não é o único que determina a compatibilidade. Quando um socket tem muitas gerações acaba sendo necessário uma atualização de Bios da placa mãe para que, assim, haja a compatibilidade. Mas veremos mais disso no próximo ponto.

Já a Intel utiliza uma numeração que determina o modelo do socket. Já tivemos LGA 775, LGA 1156, LGA 1155, LGA 1150, LGA 1151, LGA 1151 V2 e, atualmente, LGA 1200. Diferente da AMD, a Intel, pelo visto, não gosta de manter o mesmo socket por mais de 1 ano. Então, de certo modo, acaba sendo mais fácil achar uma placa compatível sem precisar fazer algum tipo de atualização.

Ambas empresas também tem os processadores mais “parrudos” que são focados para servidores ou entusiastas. Esses modelos também contam com o seu próprio socket.

CHIPSET

O chipset é um item muito importante da nossa placa mãe. Cada chipset tem uma determinada família de processadores que são compatíveis. Mas o que precisamos prestar a atenção é se o chipset que estamos escolhendo é o ideal para o processador que queremos. Lembrando que tanto a AMD como a Intel usam numeração de chipsets diferentes. Então não há nenhuma possibilidade de uma placa mãe da AMD ser compatível com um processador da Intel e vice versa.

Quando as empresas criam seus modelos de placas mãe, elas já fazem pensando em um determinado público. Em geral, eles dividem em três grupos: entrada, intermediário e top de linha. Dessa maneira fica até fácil de entender, já que se você pretende comprar um processador de entrada, sua placa mãe será de entrada. Agora, se pretende comprar um processador top de linha, sua placa mãe precisa ser top de linha. Claro que, dentro dos chipsets, cada empresa (parceiras da AMD e Intel – sendo elas ASUS, Gigabyte, AsRock, etc…) customizam a placa mãe da maneira que ela quer.

SITE DO FABRICANTE

Agora que você já viu o socket e o chipset, só falta verificar o site do fabricante, porque as vezes ocorre de uma empresa criar um novo processador e manter o mesmo socket. Quando isso acontece: ou alguns chipsets acabam não tendo compatibilidade com o novo processador – isso aconteceu com o Ryzen 3 4350G e Ryzen 5 4650G, que não são compatíveis com a A320; ou acaba sendo necessário uma atualização da Bios da placa mãe para que o processador seja compatível.

De um jeito ou de outro, ao entrar no site do fabricante, vai ter uma aba que mostra exatamente os processadores que são compatíveis com a placa e qual a versão da Bios necessária.

Leia Mais
Assassin’s Creed Valhalla Têm Próximas Atualizações Anunciadas